top of page

28/11/2022 - Aposentadorias do INSS podem sofrer bom reajuste ano que vem.


As aposentadorias do INSS atendem milhares de brasileiros. Assim como outros benefícios do órgão. No próximo ano é possível que haja um aumento considerável no valor mensal dos segurados.

Aposentadorias do INSS também poderão aumentar com novo salário mínimo em 2023. Brasileiros estão se preparando para a mudança.

O motivo é o aumento do piso nacional, também conhecido como salário mínimo. Assim, essa modificação não interfere apenas na vida dos trabalhadores. Praticamente todos os pagamentos mudam nesta data, com pequenas exceções.

Aposentadorias do INSS com aumento

Quem recebe pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) já pode comemorar. Isso porque no próximo ano o salário mínimo aumentará. A previsão do Governo Federal é de um reajuste no valor de 6%.

Dessa forma, ele deverá subir de R$ 1.212 para a quantia de R$ 1.284. Essa previsão foi liberada no último dia 17 através do Boletim Microfiscal. Ele é divulgado pela Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia.

Dessa maneira, quando há um aumento no valor do piso, quase todos os pagamentos brasileiros mudam. As aposentadorias, abono salarial e benefícios sociais também. Vale lembrar que o reajuste ocorre com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Ele é o indicador da inflação em famílias que possuem renda de até cinco salários mínimos. Assim, ele pode ser utilizado para determinar os valores dos salários. Faz o mesmo com as aposentadorias e demais pagamentos da autarquia.

PEC de transição

Durante o momento da corrida presidencial que passamos, os dois candidatos fizeram promessas. O ganhador, Lula (PT), disse que modificaria o salário mínimo. Segundo ele, nessa época os trabalhadores voltariam a ganhar de maneira real.

Contudo, para que isso se torne realidade, será necessário a aprovação de uma lei. A Proposta de Emenda à Constituição, PEC de Transição é este documento oficial.

O objetivo é que seja possível liberar mais espaço no Orçamento de 2023. Assim é possível fazer a manutenção dos benefícios sociais e também aumentar o salário mínimo.

Com isso, para ter um ganho real no próximo ano, a PEC precisa ser aprovada. Por esse motivo ela passa pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania. Além disso, também passa por plenário no Senado Federal.

Vale lembrar que durante o ano de 2019 o salário mínimo era calculado de forma diferente. Era usado como base a expectativa do INPC, assim como a taxa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB).

Depois que o PIB foi retirado dos cálculos do salário mínimo, o pagamento diminui cada vez mais. Logo, mesmo sendo corrigido de acordo com o INPC, ele não recebia aumento real. Isso significa que os brasileiros recebiam apenas o suficiente para arcar com o aumento do mercado.

De acordo com pesquisas do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o valor está muito defasado. Isso porque a pesquisa mostra que o salário mínimo deveria ser de R$ 6 mil para arcar com gastos básicos do brasileiro.

Contudo, sabemos que esse é um valor impossível para aumentar o salário atualmente. Vale lembrar que o INSS comentou que 36 milhões de pessoas são pagas por ele. Desse total, cerca de 60% recebe um salário mínimo. Logo, modificar o valor para o cálculo do Dieese quebraria os fundos nacionais.

Comentarios


bottom of page